Adivinha quem não gostou do primeiro corte do filme? Ele mesmo, o protagonista. Stallone até tentou comprar o longa de volta e destruir as gravações, mas não teve jeito. Por fim, ele encheu o saco da produção e conseguiu que o filme fosse cortado pela metade -- a versão original tinha mais de 3h.

A lona podre encontrada no meio da mata pelo herói era realmente um pedaço de tecido usado pela produção durante as filmagens, não estava programada no roteiro. Como tinha apenas uma, a peça virou um tesouro do filme e, claro, o ator guardou a lona com todo carinho após as gravações.

Ator que é ator solta a porrada mesmo. Enquanto tentava fugir da prisão, Stallone deu uma cotovelada no nariz do ator Alf Humphreys, por isso ele é visto usando um band-aid pelo resto do filme.

Uns falam que foram 26 roteiros até Stallone decidir que ele mesmo ia escrever a versão final do filme. Outra versão diz que 8 roteiros foram preparados. De qualquer forma, deu trabalho para a produção definir qual seria a história definitiva de "Rambo" e, no final, Stallone fez a maior parte.

O filme foi orçado, originalmente, em US$ 11 milhões, mas as filmagens acabaram atrasando muitos meses e elevou a grana da produção para US$ 17 milhões.